BEM-VINDO!

É UM GRANDE PRAZER RECEBÊ-LO!
COOPERANDO IREMOS MAIS LONGE, MAIS RÁPIDO E EM MELHORES CONDIÇÕES.
FIQUE À VONTADE. :)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Flores são Vermelhas



Olá!

Gosto muito do texto/poesia abaixo,  mesmo sendo duro.
Ele me ensina, me adverte da necessidade de, não apenas respeitar o outro, mas, também a poesia existente no outro.
Me ensina a não colocar tudo/todos dentro de uma forma para ser sempre igual.
Poesia não é igual, assim como pessoas não são iguais, (graças a Deus!).
Maravihosa diversidade que faz crescer, mudar, florescer. 
Que faz a mesma poesia ser diferente.
Maravilhosa poesia que nasce com cada um, e, infelizmente, se perde ao longo da caminhada, por encontros que são desencontros, e que escapam ao controle.
São benditos os desencontros que trazem o reencontro da poeisa para viver com alegria e prazer únicos, a vida com plenitude. 
Em, e com poesia! 
Imaginando o inimaginável que, um dia, pode ser possível,  pode tornar-se real.
Com carinho,

                                   Lúcia Barros. 




Flores são Vermelhas


(Desconheço  o autor, se souber, por favor, me comunique.)

No primeiro dia de escola do pequeno menino
ele pegou alguns lápis coloridos e começou a desenhar
e ele coloriu o papel inteirinho
porque é assim que ele via as cores
Mas chegou a professora e disse...
O que é que você está fazendo meu rapaz
estou pintando as flores; disse ele
ela disse... Isso não é hora para artes menino
e além do mais, flores são vermelhas e verdes
existe um tempo definido para tudo meu rapaz
e também um jeito certo das coisas serem feitas
você precisa ter respeito pelos outros
porque não é o único

E ela disse...

Flores são vermelhas meu rapaz
folhas são verdes
não existe porque ver as flores de outra forma
além do jeito que elas sempre foram vistas

Mas o pequeno menino disse...

Existem tantas cores no arco íris
tantas cores no sol da manhã
tantas cores em cada flor e eu vejo todas elas

Pois bem, disse a professora...
Você é um respondão
existem jeitos como as coisas são
e você vai pintar do jeito que elas são
então repita...
E ela disse...
Flores são vermelhas meu rapaz
folhas são verdes
não existe porque ver as flores de outra forma
além do jeito que elas sempre foram vistas

Mas o menino disse...

Existem tantas cores no arco íris
tantas cores no sol da manhã
tantas cores em cada flor e eu vejo todas elas

A professora pôs ele de castigo

ela disse... Isso é para seu próprio bem
e você não vai sair daí enquanto não aprender
e dar suas respostas do jeito que elas devem ser
Então ele começou a sentir-se sozinho
pensamentos amedrontantes encheram sua cabeça
e então ele foi até a professora
e então foi isso que ele disse... E ele disse

Flores são vermelhas, folhas são verdes

não existe porque ver as flores de outra forma
além do jeito que elas sempre foram vistas

O tempo passou como sempre acontece

e eles mudaram de cidade
e aquele pequeno menino foi para outra escola
e isso foi o que ele encontrou
uma professora sorrindo
ela disse... Pintar tem que ser divertido
e existem tantas cores numa flor
então, vamos usar todas elas

Mas o pequeno menino pintou flores

em ordenadas fileiras de verde e vermelho
e então a professora perguntou porquê
isto foi o que ele disse... E ele disse
flores são vermelhas, folhas são verdes
não existe porque ver as flores de outra forma
além do jeito que elas sempre foram vistas